Publicada em: 10/10/2018 às 13:01
Notícias


Abranet: Indústria de games está atrasada para o IPv.6
Roberta Prescott

Houve um esforço grande por parte das empresas de internet para implantação de IPv6 nas redes, destacou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo, ao participar de painel no evento em comemoração aos dez anos do protocolo. Realizado em São Paulo, o encontro reuniu representantes de provedores de acesso e conteúdo, de universidades, empresas, consultores e profissionais para debater os avanços da adoção do IPv6 no Brasil e os desafios atuais e futuros que envolvem temas como a internet das coisas (IoT na sigla em inglês) e um possível futuro desligamento do IPv4. 

Parajo alertou que ainda falta conhecimento por parte do usuário e alertou que o término de IPv4 tem forte impacto para o segmento de games, que não implantou tão rapidamente a nova versão do protocolo internet. “O NIC.br tem feito esforço com associações para que o IPv6 esteja disponível para usuário final, mas temos o problema de que muitos games não suportam IPv6”, disse. “A indústria tem feito investido forte para chegar à casa do cliente com fibra ótica; as grandes operadoras também têm feito este movimento. Mas, se o game não suporta IPv6, não adianta a gente colocar”, explicou.

Para ele, é fundamental buscar alternativas e informação para passar pela fase de transição e enquanto os jogos não estiverem totalmente em IPv6. “E faço um apelo para o usuário: não adianta brigar com outro game atacando a rede, sofremos com esta brincadeira.”


Powered by Publique!