NOTÍCIAS
Acessos por fibra ótica sobem nos ISPs e velocidade mais vendida é de 5 Mbps
Por: Roberta Prescott - 12/12/2018

Os acessos à internet por meio de fibra ótica aumentaram entre 2014 e 2017, passando de 49% do total para 78%, mas a tecnologia sem fio via frequência livre ainda domina, com 85% do total, segundo a pesquisa TIC Provedores 2017, lançada dia 12/12. Os acessos por cabo UTP respondem por 51%, um pouco acima dos 46% de 2014.

A região Nordeste é a que conta percentualmente com maior penetração da fibra ótica, com 83% de empresas ofertando este tipo de conexão a seus clientes — Sul aparece na sequência com 82%, seguido do Sudeste com 80%. O Norte tem apenas 69% e o Centro-Oeste, 57%.

“O crescimento da fibra ótica está chegando à casa dos clientes. A proporção aumentou entre 2014 e 2017 e o aumento vem sendo puxado pelas pequenas empresas”, disse Leonardo Melo, do NIC.br.

Com relação a velocidades, as mais vendidas são as de 5 Mbps (18%), 10 Mbps (16%) e 2 Mbps (15%). Na distribuição por região, o Sudeste é a que apresenta a velocidade mais alta, com 20% do total de provedores tendo a velocidade de 10 Mbps como a mais vendida.

A TIC Provedores também apontou um crescimento entre as empresas que possuem Sistema Autônomo (conjunto de redes com a mesma política de roteamento): passou de 70%, em 2014, para 77% das empresas provedoras em 2017. Já a participação em algum Ponto de Troca de Tráfego Internet (PTT), ou em Internet Exchange (IX), envolve 42% das empresas provedoras.

Os PTTs e IXs são pontos da infraestrutura da rede Internet em que vários Sistemas Autônomos (AS) se interligam para trocar tráfego. As principais motivações para provedores participarem do PTT (ou IX) é a melhoria na qualidade dos serviços de Internet e a redução do custo de tráfego.

Os principais motivos para os provedores não possuírem são o alto custo de investimentos e dos serviços, a falta de pessoal capacitado e a falta de infraestrutura. Já para não estar presente em PTT ou IX, o principal motivo alegado por 51% das empresas no Norte e 50% das empresas da região Centro-Oeste foi o alto custo para contratar infraestrutura de transporte.

No que diz respeito às versões de endereço IP (Internet Protocol) utilizadas, a TIC Provedores 2017 revelou que 86% das empresas oferecem acesso por meio de IPv4 e 30% o fazem por meio de IPv6. Entre as justificativas para não terem implementado ainda a migração de IPv4 para IPv6, estão a dificuldade em se criar um plano de ativação (39% das empresas) e a falta de pessoal capacitado (38% das empresas).

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
12/07/2019
11/07/2019
11/07/2019
10/07/2019
10/07/2019
08/07/2019
05/07/2019
03/07/2019
01/07/2019
27/06/2019
EDIÇÃO 27
abril-junho 2019
A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2019         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital