NOTÍCIAS
Brasil contabiliza quase sete mil de provedores Internet
Por: Roberta Prescott - 12/12/2018

A quantidade de provedores de internet saltou de perto de 3 mil empresas em 2011 para 4.200 em 2014 e 6.618 em 2017. Houve aumento também no número empresas disponibilizando conexão via fibra ótica a seus clientes, passando de 49% em 2014 para 78% em 2017. O número de ISPs que possuem sistema autônomo (conjunto de redes com a mesma política de roteamento) também cresceu: de 70% em 2014 para 77% em 2017. Já a participação em algum Ponto de Troca de Tráfego Internet (PTT), ou em Internet Exchange (IX), envolve 42% das empresas provedoras.

Os resultados constam da pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), e divulgada, em 12/12, durante o 12º IX Fórum, evento que integra a VIII Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil e promove discussões sobre boas práticas para segurança de redes e troca de tráfego na Internet.

Em entrevista para Abranet, os especialistas do NIC.br Marcelo Pitta, Fábio Senne e Leonardo Melo explicaram que, em 2011, o setor ainda era muito fragmentado, sendo necessário levantar seis diferentes bases de dados para se chegar ao número estimado de provedores de internet no País. Eles explicam que não é possível afirmar se mais provedores existiam em 2011, já que não eram formais.

Agora, observa-se uma formalização maior do setor, com mais empresas declararam acessos no SICI. Uma das explicações para a formalização pode ser a participação em leilão da Anatel, o compartilhamento de infraestrutura e o uso de postes, além da busca por financiamento junto a órgãos governamentais e bancos. A presença significativa das micro e pequenas empresas também se reflete quanto ao regime tributário que adotam: 85% optam pelo Simples Nacional. "Em 2017, pesquisa mostrou empresas mais consolidadas, formais, e com mais fibra ótica. Houve melhora dos cadastrados e nossas constatações demonstram setor mais maduro e estruturado",  apontou Melo.

Das empresas que proveem conexão à internet, 88% são micro ou pequenas empresas (com até 49 pessoas ocupadas) e 75% do total reportaram à Anatel até 1.000 acessos. As empresas provedoras de grande porte (250 pessoas ocupadas ou mais) representam 2% do total de provedores e, no entanto, atendem a mais de 80% do mercado. Esse cenário revela a concentração do mercado em poucas empresas provedoras. Por outro lado, ratifica que os ISPs têm sido os responsáveis por difundir o acesso à internet no Brasil.

No que diz respeito à distribuição regional, 38% das empresas provedoras têm sua sede localizada na região Sudeste, 23% na região Sul, 22% na região Nordeste, 11% na região Centro-Oeste e 6% na região Norte. “Uma característica é a pulverização e descentralização deste setor, com ampliação no número de empresas e muitas atuando em apenas um ou dois municípios”, disse Senne.

Clique aqui para baixar o PDF com a apresentação do lançamento do estudo.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
25/06/2019
24/06/2019
12/06/2019
10/06/2019
10/06/2019
10/06/2019
03/06/2019
24/05/2019
21/05/2019
20/05/2019
EDIÇÃO 27
abril-junho 2019
A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2019         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital