NOTÍCIAS
Brasil inicia o uso do WhatsApp como meio de pagamento. Banco Central faz ressalvas
Por: Da Redação da Abranet - 15/06/2020

O Banco Central fez ressalvas ao uso do Whatsapp como meio de pagamento, conforme anunciado pelo aplicativo de mensagens nesta segunda, 15/6. A autoridade monetária vê possibilidade de integração ao PIX, o sistema de pagamentos instantâneo em implementação, mas teme fragmentação de iniciativas e concentração. 

“O BC está acompanhando a iniciativa do WhatsApp e avalia que há grande potencial para sua integração ao PIX. Entretanto, o BC considera prematura qualquer iniciativa que possa gerar fragmentação de mercado e concentração em agentes específicos”, diz nota do Banco Central em resposta a esta Convergência Digital. 

O Whatsapp anunciou que começa pelo Brasil o uso do aplicativo para transferências de até R$ 1 mil ou pagamentos a pequenos negócios. O processo será operacionalizado pela Cielo e nasce com adesão do Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. 

Segundo a Cielo, o interessado em realizar pagamentos para outras pessoas ou para empresas precisará cadastrar e validar seu cartão de débito ou múltiplo no WhatsApp. Os comerciantes interessados em realizar vendas precisarão se credenciar à Cielo por meio da plataforma do WhatsApp.

“O pagamento de pessoa para pessoa funcionará na modalidade débito e o pagamento de pessoa para empresas ou empreendedores funcionará nas modalidades débito e crédito. Nas transações de débito, o comerciante receberá o valor da venda em um dia e nas transações de crédito em dois dias”, informou a operadora de cartões. 

Nesta mesma segunda, o BC avançou mais uma casa na implantação do PIX, o sistema de pagamentos instantâneo que começa a funcionar em novembro. Por meio da Circular 4.027, foi instituído o provedor de Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta de Pagamentos Instantâneos (Conta PI). 

Ainda sobre a iniciativa do Whatsapp, o Banco Central indicou que poderá adotar medidas se perceber ameaças ao novo sistema. “O BC vai ser vigilante a qualquer desenvolvimento fechado ou que tenha componentes que inibam a interoperabilidade e limite seu objetivo de ter um sistema rápido, seguro, transparente, aberto e barato.”

Histórico

O WhatsApp anunciou nesta segunda, 15/6, que começa pelo Brasil o uso do aplicativo para fazer pagamentos ou transferências – funcionalidade que, segundo o app, é direcionada a pessoas físicas e pequenas empresas.

“O recurso de pagamentos no WhatsApp será disponibilizado gradualmente a partir de hoje, e futuramente todos os usuários no Brasil poderão aproveitar seus benefícios”, informou a empresa, em seu blog. Será necessário informar um PIN de seis dígitos ou usar a biometria do celular para autorizar cada transação.

De início será possível configurar o app para usar cartões de débito e crédito das bandeiras Visa e Mastercard emitidos pelo Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. Mas a intenção é “a entrada de mais participantes no futuro”. Todos os pagamentos serão processados pela Cielo.

“Ao simplificar o processo de pagamento, esperamos ajudar a trazer mais empresas para a economia digital e gerar mais oportunidades de crescimento. Além disso, enviar dinheiro para seus amigos e familiares vai ser tão fácil quanto enviar uma mensagem”

Segundo explica, o recurso de pagamentos no WhatsApp se dá por meio do Facebook Pay. “No futuro, queremos que pessoas e empresas possam usar os mesmos dados de pagamento em toda a família de aplicativos do Facebook.”

As transferências de pessoa para pessoa podem ser feitas com cartões de débito ou combo suportados, e não com cartões de crédito. As pessoas podem enviar até R$ 1 mil por transação, receber 20 transações por dia com um limite de R$ 5 mil por mês. Não há taxa.

O pagamento para as empresas pode ser efetuado tanto com os cartões de débito quanto os de crédito sem limites. Somente transações dentro do Brasil e na moeda local são autorizadas. No caso das empresas, há uma taxa de 3,99% por transação.

Ao vincular uma conta Cielo existente ou criar uma nova e habilitar o Facebook Pay, as pequenas e médias empresas que usam o aplicativo WhatsApp Business podem solicitar e receber pagamentos ilimitados de crédito ou débito, oferecer reembolsos e obter suporte 24/7.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
29/09/2020
28/09/2020
25/09/2020
24/09/2020
21/09/2020
17/09/2020
14/09/2020
10/09/2020
04/09/2020
01/09/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital