NOTÍCIAS
Com novos contratos, banda larga fixa é único serviço de telecom a registrar crescimento em 2016
Por: Redação Abranet - 26/01/2017

No ano passado, a banda larga fixa foi o único serviço de telecomunicações que registrou crescimento no Brasil, segundo divulgou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Com 1.104.483 novos contratos, o serviço registrou crescimento médio de 4,33%, sendo que alguns Estados tiveram índice maior. Amapá, Maranhão e Rondônia apresentaram crescimento acima de 10%. O porcentual até poderia ser mais alto, caso o número de contratos não tivesse caído 0,58% de novembro de 2016 a dezembro de 2016. 

A Anatel revelou que os pequenos grupos com menos de 50 mil contratos apresentaram crescimento de 18,05% de assinantes. No total, a agência apontou que a TIM liderou a ampliação na base de assinantes ano passado com crescimento de 29,04%, seguida pela Sky (17,46%) e a prestadora Cabo (14,38%)

Com relação à tecnologia, fibra ótica registrou o principal crescimento (33,61%), mas  DSL, que utiliza a estrutura da telefonia convencional para o transporte de dados, continuou sendo a mais usada pelos brasileiros com 13,38 milhões de usuários, seguida pelo cabo com 8,58 milhões e a fibra ótica com 1,73 milhão.

Entre os serviços de telecomunicações, a telefonia móvel foi o que apresentou a maior queda no ano passado, com redução de 5,33% ou 13.747.515 linhas. A diminuição foi mais impactante nos Estados das Regiões Norte e Nordeste. Os maiores crescimento relativos da base de assinantes foram representados pelos operadores virtuais, Datora e Porto Seguro. Oi, Claro (Telecom Américas) e TIM (Telecom Italia) apresentaram queda e a Vivo (Telefônica) se manteve estável ano passado.

O serviço pós-pago apresentou crescimento em 2016, chegando a quase um terço dos acessos, e o uso de 4G teve aumento 136,20%, com 34.657.660 novas linhas.  

A TV paga também registrou retração, com queda de 1,63% (311.362 assinantes). Os maiores crescimentos foram registrados no Piauí, Sergipe e Pará e as maiores quedas em Pernambuco, Amapá e Rondônia.  No ano passado, a prestadora Oi liderou o crescimento da TV por assinatura com 11,61%, 135.630 assinantes.  A fibra ótica apresentou o principal crescimento dentre as tecnologias para envio do sinal da TV paga em 2016, aumento de 29,47% da base com mais 50.323 assinantes.

Já as linhas fixas mantiveram a tendência de queda registrada em outros anos. As autorizadas registraram diminuição de 6,30% (1.148.680 de linhas) e as concessionárias, menos 2,74% (696.602). A TIM apresentou a maior diminuição da base junto às autorizadas da telefonia fixa e a Oi, junto às concessionárias em 2016.  

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
13/11/2017
09/11/2017
08/11/2017
17/10/2017
03/10/2017
29/09/2017
18/09/2017
05/09/2017
05/09/2017
24/08/2017
EDIÇÃO 22
set/nov 2017
Reforma trabalhista: impactos para os ISPs. Conheça o novo cenário e saiba o que muda para as empresas de Internet. E mais: Os robôs chegaram pra valer; A incerteza dos 450 MHz; TIC Educação: o papel dos provedores.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital