NOTÍCIAS
Consolidação no Brasil: Telefónica e TIM querem comprar a Oi Móvel
Por: Da Redação da Abranet - 11/03/2020

O mercado de telecomunicações, enfim, viu os rumores dos últimos meses se tornarem realidade. Em fato relevante encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários na noite desta terça-feira, 10/03, a Telefônica/Vivo e a TIM confirmam o início das negociações para 'potencial aquisição da Oi Móvel'. O informe revela que a manifestação de interesse foi feita ao Bank of America Merrill Lynch, assessor financeiro do Grupo Oi.

A intenção, confirmam as operadoras, é 'uma potencial aquisição, em conjunto, da Oi Móvel, no todo ou em parte, de modo que, no caso da concretização, cada uma das interessadas receberá uma parcela do referido negócio'. As operadoras atestam ainda que "a transação, se concretizada, criará valor para nossos acionistas e clientes através de maior crescimento, geração de eficiências operacionais e melhorias na qualidade do serviço. Além disso, contribuirá para o desenvolvimento e competitividade do setor de telecomunicações brasileiro".

A compra da Oi Móvel mexe com a base de assinantes- são mais de 37 milhões de assinantes e 16, 21% do market share nacional da telefonia móvel - e também com a redistribuição de espectro entre as teles nacionais.  E marcará a consolidação do mercado, processo iniciado no ano passado com a compra da Nextel pela Claro, do grupo América Móvil, por R$ 3,47 bilhões. Aquisição não é simples e passará pelo crivo da Anatel - com restrições efetivas - e pelo CADE.

Depois da comunicação oficial da Telefónica e da TIM à CVM, o órgão regulador financeiro do Brasil, a Oi também respondeu oficialmente na noite desta terça-feira, 10/03. A empresa confirmou que as duas concorrentes enviaram a manifestação de interesse ao assessor financeiro Bank of America Merrill Lynch (BofA), mas deixou claro que isso ainda é um primeiro passo. "Até o momento, contudo, não há qualquer compromisso da Oi ou de quaisquer destes terceiros para a efetivação de tal alienação, nem tampouco foi celebrado qualquer instrumento vinculante a respeito", pontuou a Oi.

A empresa prefiriu a cautela. "Embora possa haver futuramente uma evolução de suas análises para um potencial processo formal de negociação, no momento a Oi segue analisando todas as alternativas existentes que possam dar mais eficiência à realização do seu Plano Estratégico, não sendo possível inferir, nesse momento, que potenciais negociações efetivamente cheguem a bom termo e que uma operação de venda seja concretizada."

O grupo também esclarece que as manifestações da TIM e da Vivo ocorrem dentro de um processo de consulta de mercado (market sounding). A Oi explica que já havia comunicado que busca identificar melhor as oportunidades pertinentes aos ativos móveis, e que isso permitirá avaliações preliminares para a tomada de decisão sobre a geração de valor proporcionada por uma potencial venda. "O recebimento dessas indicações não vinculantes iniciais de terceiros confirma a premissa da companhia de que há interesse do mercado em suas operações móveis", diz.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
07/05/2020
05/05/2020
27/04/2020
24/03/2020
11/03/2020
29/01/2020
31/10/2019
09/09/2019
23/08/2019
09/08/2019


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital