NOTÍCIAS
Debater a qualidade da informação é saudável, mas não se pode tutelar os algoritmos
Por: Por Luis Osvaldo Grossmann* - 06/04/2018

O Comitê Gestor da Internet promoveu um dia intenso discussões sobre o que chamou de ‘desafios da internet no debate democrático e nas eleições 2018’, com claro enfoque do que ultimamente atende por ‘fake news’, mas que vale para conteúdo enganoso, notadamente disseminado pela internet.

“É saudável debater a qualidade da informação. Mas com o cuidado de que a gente não tutele aos algoritmos, às iniciativas privadas e muito menos ao Estado o dever de dizer o que é verdade, o que é mentira, o que é informação de qualidade ou não”, resumiu a coordenadora do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, Renata Mielli.

Se houve uma manifestação comum aos cinco painéis do seminário, é de que é necessário ter muita cautela com projetos e mesmo iniciativas como a do Tribunal Superior Eleitoral de regulamentar de alguma forma o combate a conteúdo enganoso. E as principais plataformas de disseminação de conteúdo atualmente correm para fugir da tarefa de riscar onde termina a verdade e começa a mentira.

“Não é papel das empresas privadas arbitrar o que é verdade ou o que não é. Nem sei se deve ser papel de ninguém”, afirma a gerente de políticas públicas do FB no Brasil, Mônica Rosina. “Não devemos ser os árbitros da verdade”, emenda o diretor de políticas públicas do Twitter, Fernando Gallo. “Não temos a reposta. Sempre haverá aqueles que querem enganar ou prejudicar. Mas não existe uma solução só. É preciso iniciativas multissetoriais”, completa o coordenador do Google News Lab, Marco Túlio Pires.

*Especial para o site da Abranet

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
17/04/2018
06/04/2018
04/04/2018
04/04/2018
02/04/2018
22/03/2018
14/03/2018
09/03/2018
06/03/2018
02/02/2018
EDIÇÃO 23
dez 2017 - jan/fev 2018
Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. Futurecom: Mais conectividade, mais oportunidades.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital