Publicada em: 29/01/2018 às 11:33
Notícias


Depois do susto, satélite da SES, que vai usar posição brasileira, está em órbita
Redação*

Após a anomalia que ocorreu durante o lançamento em um foguete Ariane 5 na noite desta quinta-feira, 25/01, a SES anuncia que estabeleceu conexão de telemetria e telecomando com seu satélite SES-14 e está configurando agora um novo plano de elevação de órbita.

O SES-14 irá atingir a órbita geoestacionária apenas quatro semanas depois do planejado originalmente. A SES confirma que o SES-14 está em boas condições, todos os subsistemas a bordo são nominais, e espera-se que o satélite atinja ao tempo de vida útil projetado originalmente

O SES 14 será o primeiro satélite da empresa a utilizar uma posição orbital brasileira. O satélite ficará na posição 47,5W e terá capacidade em banda C (especialmente posicionada para atender ao Brasil e à América Latina) e banda Ku (dedicada especificamente para transmissão de dados, incluindo projetos de backhaul e transmissão para aeronaves e marítimas). O satélite substitui o NSS-806, e também leva um payload especialmente encomendado pela Nasa para observação terrestre.

*Com informação da SES


Powered by Publique!