Publicada em: 14/07/2017 às 10:21
Notícias


Falha de segurança pode permitir modificações em DNS sem autenticação
Redação Abranet

O laboratório de inteligência da empresa de serviços de cibersegurança CIPHER alerta para uma nova vulnerabilidade no software BIND (Berkeley Internet Name Daemon), um dos mais utilizados para o protocolo DNS (Domain Name System) nos sistemas Unix, Linux e em algumas versões do Windows.

Por meio da falha, usuários não registrados podem falsificar autenticações para realizarem alterações e transferências dinâmicas de zonas de DNS de maneira remota nos computadores, levando os usuários para diferentes domínios, além de permitir mudanças nos endereços de IPs e roubo de informações.

Em nota à imprensa, Wolmer Godoi, diretor de cibersegurança e serviços profissionais da CIPHER, explicou que a transferência de zona é um processo em que um servidor DNS transmite uma cópia de sua base de dados para outro servidor. Ao obter uma cópia desses registros, alertou o especialista, um atacante pode realizar DNS spoofing, desfiguração de websites e negação de serviço. 

A falha está relacionada ao protocolo de autenticação Transaction SIGnature (TSIG) e foi comunicada através dos CVE-2017-3142 e CVE-2017-3143. O erro ainda não gerou ataques, mas pode causar modificações de conteúdo e layout dos websites.

A recomendação dos especialistas em segurança da informação da CIPHER é de atualizar imediatamente o BIND DNS para a última versão, disponível em: http://www.isc.org/downloads.


Powered by Publique!