Publicada em: 17/05/2017 às 09:12
Notícias


Gastos mundiais com serviços de comunicações caem em 2017
Redação Abranet

Os gastos mundiais com serviços de comunicações devem cair 0,3% em 2017 em comparação com 2016. De acordo com últimas previsões anunciadas pelo Gartner, esse mercado deve totalizar US$ 1,376 trilhão em 2017, pouco abaixo dos US$ 1,380 trilhão de 2016.

Globalmente, a empresa projeta que os gastos mundiais com TI somarão US$ 3,5 trilhões em 2017, um aumento de 1,4% com relação a 2016. Esse crescimento é menor do que a previsão do trimestre anterior de 2,7 %, em parte devido ao aumento do dólar. De acordo com John-David Lovelock, vice-presidente de pesquisas do Gartner, as oscilações do dólar comprometerão os ganhos dos fabricantes de TI multinacionais sediados nos Estados Unidos em 2017.

A desaceleração do mercado de servidores impactará o segmento de sistemas de data center que crescerá 0,3% em 2017, acima, portanto, do porcentual negativo de 2016. Para Lovelock, isto reflete a mudança de quem compra de quem, com as empresas migrando da compra de servidores dos fabricantes tradicionais para alugar o serviço em nuvem de companhias como a Amazon, Google e Microsoft.  

Já o mercado de dispositivos deve crescer 1,7%, impulsionado principalmente pelas vendas de celulares e um pequeno aumento na venda de impressoras, PCs e tablets. O Gartner estima que os gastos globais com dispositivos (PCs, tablets, ultraportáteis e telefones celulares) chegarão a US$ 645 bilhões, um aumento com relação ao crescimento negativo de 2,6% em 2016.

A elevação dos gastos com celulares neste ano será impulsionada pelo aumento do preço médio de venda desses telefones na região emergente da Ásia/Pacífico e China, junto às substituições do iPhone e ao 10º aniversário desse dispositivo. O mercado de tablets segue em declínio significativo, uma vez que os ciclos de troca continuam longos. Ainda segundo as estimativas, tanto as vendas quanto a posse de PCs desktops e laptops continuam negativas. Durante 2017, as atualizações para Windows 10 no segmento corporativo devem crescer, embora o aumento nos custos dos componentes deva elevar os preços dos computadores.


Powered by Publique!