NOTÍCIAS
Ligue prevê investir R$ 80 milhões na expansão da rede FTTH
Por: Da Redação da Abranet - 18/02/2020

A Ligue, operadora sediada em Campo Mourão - PR, fechou um acordo com a DPR Telecomunicações e com a Nokia para execução do seu projeto de expansão de rede FTTH e construção do anel óptico.  A primeira fase do contrato de turn key visa a construção de 1.400 km de rede de fibra óptica distribuídos entre as cidades de Maringá, Jandaia do Sul, Mandaguari e Arapongas, todas no estado do Paraná. Com a conclusão do projeto serão disponibilizadas 80 mil portas, o que elevará a capacidade de atendimento da empresa para 145 mil assinantes até fevereiro de 2020. A meta da empresa a médio prazo é ainda mais agressiva, o objetivo é atender 500 mil assinantes de FTTH até 2022, nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul.

Uma das preocupações e o grande compromisso da Ligue é popularizar o acesso à internet, por isso a empresa faz questão de disponibilizar o serviço, com velocidades que vão de 25 a 500 mega. A escolha dos parceiros para o projeto de expansão foi estratégica: a DPR está no mercado há 25 anos e é um dos principais fornecedores de produtos para implantação e manutenção de redes de telecom no Brasil e na América Latina.

Já a Nokia é o maior fabricante de conectividade do mundo, está presente nas maiores operadoras de telecomunicações e traz para os clientes da Ligue a mesma tecnologia utilizada nos Estados Unidos e em diversos países da Europa. Após a compra da Alcatel-Lucent, em 2017, a Nokia, incorporou ao seu portfólio a linha de produtos Fiber to the Home (FTTH), uma arquitetura de rede que permite oferecer serviços triple play (dados, voz e vídeo) em fibra óptica diretamente nos terminais de rede localizados nas residências. Até o ano de 2016, essa solução era comercializada exclusivamente no segmento de grandes operadoras.

Segundo Gabriel Sartor, chairman da Ligue, a escolha dos parceiros corretos é fundamental para o sucesso de projetos como este. "A escolha de parceiros estratégicos é muito importante, pois quando se trata da construção de redes ópticas estamos falando de um investimento de 20 a 30 anos. A qualidade dos materiais fornecidos tanto pela DPR quanto pela Nokia nos dá a tranquilidade necessária para seguirmos crescendo, sabendo que toda a nossa estrutura está apoiada em materiais de extrema qualidade", explica.

Expansão sem perder o foco no cliente

A Ligue tem investido na construção de rotas alternativas, que garantem a disponibilidade dos serviços de TV, internet e telefone mesmo em casos de eventos naturais que causam rompimentos de fibra, e em treinamentos constantes de suas equipes. Para a construção do anel óptico que irá proteger a rede de Campo Mourão-PR foram investidos R$2 milhões. A construção de rotas de redundância e o aperfeiçoamento dos colaboradores fazem parte do esforço da empresa para minimizar os problemas com indisponibilidade de sinal, melhorar a qualidade dos serviços prestados, proporcionar a melhor experiência possível em termos de conectividade e aumentar a satisfação dos clientes.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
09/04/2020
07/04/2020
06/04/2020
31/03/2020
30/03/2020
30/03/2020
24/03/2020
23/03/2020
23/03/2020
21/03/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital