NOTÍCIAS
Primeiro trecho do projeto Amazônia Conectada é ativado
Por: Redação Abranet - 20/07/2015

O primeiro trecho do programa Amazônia Conectada, que visa utilizar os leitos dos rios da Bacia Amazônica para a instalação de redes de fibra óptica, foi inaugurado na semana passada. Coordenado pelo Ministério da Defesa, o programa pretende implantar 7,8 mil quilômetros de cabos subfluviais e tem como um dos principais objetivos garantir que a população do interior do Estado do Amazonas tenha acesso a um serviços de telecom de qualidade. O projeto vai conectar 52 municípios do Estado do Amazonas.

Durante a solenidade de entrega, com a presença do ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, foi assinada uma portaria conjunta entre os Ministérios da Defesa, Comunicações e Ciência e Tecnologia que determina a criação da politica de gestão do Amazônia Conectada. A partir daí, será criado um grupo de trabalho conjunto para definir qual será a atribuição de cada ministério. Um segundo trecho de 200 quilômetros de rede já está em andamento. A previsão, anunciou o ministro, é de que o programa seja concluído nos próximos três anos.

Ao todo, serão cinco infovias: do Rio Negro, do Solimões, do Madeira, do Purus e do Juruá. O governo estima que o Amazônia Conectada deve custar cerca de R$ 500 milhões e a decisão é que o projeto seja executado obedecendo as particularidades da região, evitando o desmatamento da floresta e respeitando terras indígenas. Internet banda larga, telemedicina, segurança pública e universidade a distância serão alguns dos benefícios do programa para as populações situadas em pontos remotos da Amazônia.

Além disso, o projeto promoverá melhorias nas comunicações militares na fronteira, com ganhos para a defesa nacional. Outra vantagem do programa será a de facilitar o controle do desmatamento da Amazônia. A infraestrutura a ser implantada tornará possível o monitoramento de áreas de proteção ambiental por câmaras de vídeo com transmissão de imagens que requerem alto consumo de banda.

pontapé inicial do Programa Amazônia Conectada foi dado em novembro do ano passadoquando foi assinado o memorando de entendimento RNP com o Exército. Atualmente, a área de engenharia de redes da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) está no Estado do Amazonas, juntamente com outros representantes dos parceiros do programa, em visita técnica in loco, no trecho de lançamento do cabo Coari-Tefé. 

Leia também:
Primeiro trecho do Amazônia Conectada sai em um ano e liga Coari—Tefé com fibra ótica: entrevista com Eduardo Grizendi, diretor de engenharia e operações da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP)

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
23/02/2018
20/02/2018
19/02/2018
16/02/2018
15/02/2018
07/02/2018
05/02/2018
02/02/2018
01/02/2018
01/02/2018
EDIÇÃO 23
dez 2017 - jan/fev 2018
Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. Futurecom: Mais conectividade, mais oportunidades.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital