NOTÍCIAS
Provedor de conteúdo só é obrigado a guardar dados por seis meses
Por: Da Redação - 03/04/2017

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina desobrigou o Facebook de fornecer informações sobre um de seus usuários, supostamente autor de ofensas sob anonimato, uma vez que a legislação não obriga o provedor de conteúdo ao armazenamento dos respectivos dados de acesso por mais de seis meses.

Segundo firmou a 6ª Câmara Civil do TJSC, a Lei 12.965/2014, também conhecida como Marco Civil na Internet, fixa nesse período a obrigação de manter informações. Daí ter dado razão à empresa, que sustentou não ter como fornecer os dados pedidos pelo autor da reclamação.

Segundo o TJSC, “a empresa chegou a fornecer dados para possibilitar a identificação do ofensor, porém não em sua totalidade. Condenada por isso, a Facebook apelou ao TJ para explicar que o não fornecimento de parte dos dados se deu por impossibilidade”, pois não teria mais as informações pedidas.

* Do TJSC

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
01/02/2018
23/01/2018
22/01/2018
19/01/2018
12/01/2018
18/12/2017
14/12/2017
07/12/2017
05/12/2017
05/12/2017
EDIÇÃO 23
dez 2017 - jan/fev 2018
Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. Futurecom: Mais conectividade, mais oportunidades.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital