NOTÍCIAS
Provedores trocam rádio por fibra em busca de velocidades maiores e mais estabilidade
Por: Roberta Prescott - 19/08/2014

Necessidade de ofertar velocidades cada vez maiores para conexão à internet, melhorar o desempenho das redes e deixá-las mais estáveis têm levado provedores de internet a implantarem redes de fibra ótica nos mercados onde atuam. “Temos visto muitos provedores de internet demonstrando interesse para migrar de rádio para fibra (FTTH)”, aponta Alessandro Mazzafiori, da Redex Telecom.

De acordo com ele, ao começar a atuar, as empresas, primeiramente, implantam rádios para a oferta de internet, devido ao baixo investimento inicial. No entanto, Mazzafiori ressalta que este tipo de tecnologia não oferece altas velocidades e é instável, motivos que têm levado os provedores a trocarem rádio por fibra ótica. “Os provedores de internet também estão preocupados com a chegada das grandes operadoras nas cidades onde atuam.”

O executivo revela que pelo menos 100 provedores de internet atendidos pela Redex Telecom já iniciaram a conversão de rádio para fibra ótica — a maior parte deles localizada no Estado de Minas Gerais. Mazzafiori conta que o começou a perceber este movimento no início de 2013, mas que se intensificou no segundo semestre do ano passado. Consequência disto, a Redex viu seu faturamento com ISPs dobrar.     

Apesar do recente aquecimento, fibra ótica ainda representa uma fatia pequena no mercado de banda larga brasileiro: em junho eram 798.064 acessos usando este tipo de tecnologia ou 3,44% do total de participação. Na liderança, segue xDLS com 57,32% de market share.   

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 



Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital