NOTÍCIAS
Prysmian vê crescimento de consumo de fibra por mais três anos
Por: Roberta Prescott - 08/05/2018

Os projetos de fibra óptica no Brasil vêm crescendo de forma significativa durante os dois ultimos anos e a Prysmian acredita que o crescimento se manterá para os próximos dois a três anos. “Isso aumentará o consumo de fibra de forma significativamente, puxado não só pelos investimentos das grandes operadoras, mas também pelos provedores de internet”, afirmou Reinaldo Jeronymo, diretor da divisão de telecomunicações da Prysmian para a América do Sul. Atualmente, o mercado de empresas de internet representa 33% do volume de vendas de cabos ópticos da Prysmian no Brasil.

A Prysmian no Brasil faturou R$ 1,5 bilhão em 2017. No setor de telecomunicações, a empresa obteve um crescimento de 8% nos negócios no País. Já na área de energia, o aumento foi de 3% em relação ao período anterior, porém, sofrendo com a paralisia no mercado de Oil & Gas, com uma redução de 50%. O resultado operacional da Prysmian no Brasil em 2017 foi de R$ 39,3 milhões com uma liquidez financeira de R$ 161,9 milhões. 

Abranet - Qual é a estratégia da Prysmian para o mercado de ISPs?

Reinaldo Jeronymo - A nossa estratégia é continuar focando no atendimento e suporte para os provedores. A participação em eventos, feiras e seminários deste setor é fundamental. A esses eventos, ainda adicionamos um dia para ministrarmos um treinamento do que chamamos “Inovation day”, onde são apresentadas as últimas soluções e produtos para a implantação de uma rede em fibra óptica. Outro ponto fundamental è que a cada ano aperfeiçoamos nossos procedimentos internos para dar mais agilidade nas nossas respostas. 

O que os ISPs representam para a a Prysmian?

Já há alguns anos, esse mercado passou a ser muito estratégico para a Prysmian, não somente em termos de volume de vendas, mas tambem para compensar flutuações em outros segmentos do mercado de telecom. Hoje, os ISP representam 33% do volume de vendas de cabos ópticos da Prysmian para o mercado brasileiro.

Como a Prysmian enxerga a adoção de fibra ótica para os próximos dois anos? Haverá aumento de compra e o puxa este crescimento? 

Os projetos de fibra óptica no Brasil vêm crescendo de forma significativa durante os dois ultimos anos e acreditamos que esse crescimento se manterá para os próximos dois a três anos. Isso aumentará o consumo de fibra de forma significativamente, puxado não só pelos investimentos das grandes operadoras, mas também pelos provedores de internet. 

Esse setor continuará aquecido uma vez que 50% dos domicílios do País ainda não estão conectados à internet e já ficou provado que uma boa infraestrutura de rede abre oportunidades de negócios, que vão além da venda do serviço somente de internet, tais como, TV na web, conteúdos próprios da região, vendas de anuncios do comercio local, etc. Além disso, com acesso à fibra, os usuários podem fazer o seu streaming sem interrupções. Para se ter uma idéia de como a Prysmian acredita neste mercado, estamos investindo este ano mais R$ 18 milhões na fábrica de fibras ópticas para expansão e modernização. Essa mesma fábrica, já recebeu investimentos de mais de R$ 200 milhões nos ultimos 15 anos, dos quais R$ 50 milhões nos últimos três anos. 

Muitas empresas dizem que quem puxou a implantação da rede de fibra no Brasil foi o mercado dos ISPs, a Prysmian concorda? Por quê?

Não é verdade. A implantação das redes de fibra óptica se deu muito antes do “boom” dos provedores de internet. Começaram com a antiga Telebras e, depois da privatização, por meio das operadoras. O que é, sim, verdade, é que os provedores de internet foram realmente os responsáveis por aumentar a competição de fornecimento de banda larga através da fibra (FTTH) em muitos dos municípios onde as operadoras chegavam somente com banda larga em cobre, fazendo com que os provedores começaassem a capturar muito mais clientes dando início assim a migração do rádio para fibra e puxando a implantação de redes em fibra para cima, mesmo, apesar de ainda em certas regiões, devido ao CAPEX envolvido para implantar uma rede 100%, alguns utilizarem fibra até a central (OLT) e depois cabos UTP até os assinantes, tecnologia conhecida como PAC PON. Mas que no final tambem utilizam uma grande parte em fibra óptica.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
08/05/2018
08/05/2018
03/05/2018
28/03/2018
23/03/2018
15/03/2018
23/02/2018
29/01/2018
26/01/2018
17/01/2018
EDIÇÃO 24
maio-julho 2018
A Convenção Abranet 2018 reuniu, na Bahia, cerca de cem empresas de internet. As discussões foram além do dia a dia e abordaram aspectos como planejamento, inovação e estratégia. E muito mais...
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital