NOTÍCIAS
Sumicity, provedor de RJ e MG, opta por não incluir Globosat no pacote de TV por assinatura
Por: Roberta Prescott - 19/11/2014

Incorporar serviços de televisão por assinatura a pacotes de banda larga e telefone já é visto como a prática ideal por provedores de Internet que queiram fidelizar clientes e aumentar o tíquete médio. Foi este rumo que a Sumicity tomou.

Fundada em 2004, o provedor, que atende a várias cidades dos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, fornecia somente conexão à Internet até 2012, ano em que comprou uma empresa de telefonia e incluiu voz em seu portfolio de serviços. Em 2014, foi a vez de incluir mais um produto. Com a obtenção da licença de SeAc (Serviço de Acesso Condicionado), o ISP  aumentou o escopo ao entrar no mercado de TV por assinatura. Mas com uma diferença: a Sumicity não conta com os canais da Globosat.

A explicação da empresa é simples: sem a Globosat, ela consegue oferecer pacotes de entrada a preços mais atrativos. Perguntado se o assinante não sente falta dos canais, o diretor da Sumicity Vicente Gomes acredita que não. “Para cada canal que a Globosat tem, existem dois semelhantes no mercado. As pessoas querem um bom produto com o melhor preço”.

Em entrevista ao portal Abranet, Gomes explicou que a Globosat faz uma série de exigências, entre elas que não seja ofertado canais HD no plano de entrada. Este requerimento, contudo, não segue a linha estratégica da Sumicity, que coloca já no primeiro pacote os canais em HD. Hoje, o provedor oferece 150 canais, dos quais 70 estão em alta definição. “Como operamos com IPTV, não temos limitação de banda e podemos transmitir tudo em HD”, reforçou.

A entrada no mercado de TV por assinatura só foi possível também graças à rede de 3 mil quilômetros de fibra ótica que a Sumicity começou a passar em 2010, em princípio com o objetivo de melhorar a estabilidade da conexão à internet banda larga. Para a oferta de televisão, a Sumicity tem acordo com a NeoTV, associação sem fins lucrativos que representa e negocia conteúdo para operadores independentes de TV por assinatura e provedores de Internet em cerca de 500 cidades do Brasil.

Atualmente, a Sumicity tem mil assinantes de TV. Gomes relatou que a demanda tem sido acima da capacidade do provedor atender, uma vez que a operação de televisão começou há pouco tempo. O provedor não abre o faturamento. Gomes acredita que a empresa vai crescer na casa dos 30% com a inclusão do serviço de TV por assinatura. “Com TV, o tíquete médio praticamente dobra”, explicou o diretor. E há espaço para trabalhar a cartela de cliente que já possui. No total são cerca de 30 mil clientes, a maioria residencial. “Nosso diferencial é o atendimento mais rápido e personalizado.”

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
06/08/2019
02/08/2019
12/07/2019
11/07/2019
02/07/2019
01/07/2019
26/06/2019
24/06/2019
19/06/2019
12/06/2019
EDIÇÃO 27
abril-junho 2019
A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2019         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital