NOTÍCIAS
Varejista de Manaus Bemol instala Wi-Fi nas lojas e cidade para fidelizar clientes
Por: Roberta Prescott - 07/12/2017

A Bemol, rede de lojas de departamento fundada na cidade de Manaus em 1942, apostou na implantação de uma rede Wi-Fi, primeiramente, dentro de suas lojas e, posteriormente, nas ruas da cidade, com objetivo de angariar novos clientes e fidelizar os antigos. A ideia surgiu diante da dificuldade para acessar a internet na cidade. O case foi apresentado durante a 7ª Semana da infraestrutura da internet no Brasil, que ocorre de 4 a 8 de dezembro em São Paulo. 

Jesaias Arruda contou que, há sete anos, Manaus era ligada com resto da internet brasileira por apenas um único provedor que cobrava da rede R$ 2.800 pelo link de 1 mega. Depois, um concorrente levou rede de fibra ótica para a cidade saindo da Venezuela, mas oferecia apenas 70% de garantia de banda larga. Com os projetos da Copa do Mundo, Manaus passou a ser atendida por um terceiro provedor que usava o linhão do Tucuruí. “Com a chegada de mais provedores de internet, o primeiro passou fibra ótica pelo rio, mas ainda pagávamos muito caro, R$ 299 por 1 mega de internet banda larga residencial”, disse Arruda para explicar como o acesso à internet é ainda difícil na capital do Amazonas.   

“Colocamos antenas de Wi-Fi nas lojas para fazer piloto e pensamos: já que vamos ter antenas, por que não oferecer internet para os clientes?”, relatou Arruda. De 2014 até o fim de 2016, a rede varejista implantou pontos de acesso à internet em todas as lojas e contratou uma empresa para fazer o gerenciamento de forma a atender às exigências do Marco Civil da Internet. Assim, todo login do usuário é registrado, autenticado e é guardado o histórico do usuário. 

A partir do gerenciamento, a Bemol passou também a ter conhecimento de quantas pessoas usavam o serviço e a saber, pelo CPF, quem eram seus clientes e quem tinha potencial para ser. Em 2015, foram registrados 1.355.709 usuários únicos, um número que saltou para 2.439.149 em 2017 (outubro). “Quando olhamos os números nasceu a parte mais ousada do projeto: colocar a internet na rua. Fizemos o projeto em seis meses para contemplar o redor de uma loja em um bairro de classe C/D, com instalação de internet na rua, cobrindo um raio de 10km. Usamos 100 pontos de acesso Wi-Fi. O objetivo é que cliente transite da loja para rua e vice-versa”, relatou. Em outubro deste ano, foram contabilizados 754.502 usuários únicos na rede da rua. O Wi-Fi deu tão certo que foi ampliado. Atualmente, a Bemol conta com cerca de 950 pontos de acesso, sendo 500 nas lojas e o restante nas ruas.   

Ao explicar o modelo de negócios, França Bandeira ressaltou que, apesar de o cliente receber o serviço de graça, a Bemol ganha com ele. “Nossa estratégia é de fidelização, o valor está em ele seguir comprando conosco, mantendo uma relação de confiança”, disse. “Também ganhamos com publicidade. Quando o cliente acessa o Wi-Fi ele vê um anuncio. Colocamos página da empresa e agora colocando chatbot para interagir”, acrescentou.   

Além disto, a Bemol levanta entre os CPFs cadastrados quais não são clientes para fazer ações de marketing. “A Internet veio para ser mais um serviço.” 

Com relação a armazenamento, Jesaias Arruda detalha que a empresa usa, como serviço, 1 tera de disco. Com 75 anos de mercado, a rede tem 1,1 milhão de clientes cadastrados, 2.400 funcionários, três centros de distribuição e 21 lojas físicas. A empresa vem crescendo uma média de 14% ao ano e espera fechar este ano com faturamento de R$ 1,6 bilhão. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
07/12/2017
05/12/2017
05/12/2017
04/12/2017
04/12/2017
04/12/2017
24/11/2017
23/11/2017
23/11/2017
21/11/2017
EDIÇÃO 22
set/nov 2017
Reforma trabalhista: impactos para os ISPs. Conheça o novo cenário e saiba o que muda para as empresas de Internet. E mais: Os robôs chegaram pra valer; A incerteza dos 450 MHz; TIC Educação: o papel dos provedores.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2017         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital