NOTÍCIAS
Nuvem é realidade já para aplicações de análise de dados
Por: Redação Abranet - 30/04/2019

As empresas estão migrando suas aplicações de negócios para infraestruturas baseadas em nuvem (cloud computing), segundo apontou um estudo realizado pelo SAS Brasil com 286 executivos C-level na América Latina, dos quais 180 brasileiros de companhias das áreas de varejo, telecom, setor público, serviços de utilidade pública, indústrias, serviços financeiros e bens de consumo. De acordo com os resultados, 80% dos clientes têm ou terão um projeto baseado em cloud computing nos próximos 12 meses, à espera de incorporar agilidade, inovação e um crescimento exponencial.

O estudo revelou que a tecnologia de nuvem já é uma realidade dentro das empresas quando se trata da aplicação de analytics: 39,47% dos executivos informam que uma migração para a nuvem está prevista para os próximos seis ou 12 meses; 27,19% afirmam que já possuem casos de uso de análise de dados na nuvem; e 11,40% informaram que possuem aplicações analíticas na plataforma, mas enfrentam problemas com a sincronização de dados.

Falta de experiência

Ao mesmo tempo em que a pesquisa revela uma tendência de migração para aplicações em nuvem, ela também evidencia a falta de experiência das organizações em lidar com a infraestrutura baseada nessa tecnologia. 47,37% das empresas reconhecem que não têm as habilidades necessárias para migrar e gerenciar uma operação baseada em nuvem, mas estão considerando fazer isso internamente. Já 27,19% procuram um fornecedor externo que possa apoiá-las com essas habilidades, e 25,44% dos entrevistados indicaram que já possuem uma equipe de DevOps (Desenvolvimentos e Operações) treinada em Nuvem.

Para diretor de marketing do SAS América Latina, Kleber Wedemann, sem acesso a um conjunto sólido de conhecimentos relevantes, a capacidade da organização para aproveitar ao máximo os benefícios oferecidos pela nuvem será limitada. A migração para a nuvem é uma operação complexa, apontou, sendo preciso contratar e reter os recursos certos. Por conta disso, um grande número dessas empresas está procurando fazer as migrações com um provedor de serviços especializado.

A pesquisa mostrou que 37,72% das empresas, dentro da sua estratégia de migração para a nuvem, consideram a adoção da tecnologia de contêineres com pouco código, que permite que processos isolados sejam executados em um mesmo sistema operacional.

O ideal, segundo Wedemann, é a adoção de uma estratégia combinada para suportar a estratégia de migração dos clientes. A combinação de contêineres com analytics é transformacional para a estratégia dos nossos clientes, ressaltou, explicando que este é  o tipo de migração que demanda pouca recodificação e que resulta em muita vantagem de custo-benefício de armazenamento, graças à tecnologia que o contêiner possibilita.

As outras tecnologias disponíveis são as de reprogramming, na qual as aplicações são recriadas ou reescritas para rodar num ambiente diferente, apontada por 32,46% dos executivos da pesquisa; e a de rehosting, na qual a aplicação é movida para uma nuvem pública, uma opção mais barata e simples, preferida por 29,82% dos respondentes. Cada tecnologia conta com custos, aplicações e benefícios diferentes.

A preocupação número um dos tomadores de decisão de TI e analistas de dados na hora de migrar os aplicativos para a nuvem é a segurança da informação (66,67%), seguida pela sincronização dos dados (57,02%) e pelo Acordo de Nível de Serviço - ANS (22,81%).

A segurança da informação é justamente um dos principais benefícios que o armazenamento em nuvem pode propiciar para as empresas, bem como a redução de custos, flexibilidade dos ambientes e redução do Custo Total de Propriedade (TCO). 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
12/06/2019
10/06/2019
10/06/2019
15/05/2019
08/05/2019
30/04/2019
30/04/2019
26/04/2019
25/04/2019
15/04/2019
EDIÇÃO 27
abril-junho 2019
A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2019         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital