NOTÍCIAS
Coronavírus: Em três dias, tráfego da Internet cresce 1 Tbps e chega a 11 Tbps no Brasil
Por: Por Luis Osvaldo Grossmann* - 23/03/2020

Não há mais dúvida de que o isolamento imposto pela pandemia de coronavírus faz crescer o consumo de internet no Brasil. Três dias depois de bater recorde e atingir 10 Tbps, ainda na noite de quarta-feira, 18/3, o fim de semana 21 e 22/3 mostrou outro salto: o tráfego superou 11 Tbps.

“Tudo subiu. O tráfego já vinha crescendo, mas a Covid-19 acelerou e antecipou em alguns meses aquilo que provavelmente só veríamos a partir de maio”, afirma o diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), Milton Kaoru Kashiwakura.

Ele ressalta que em São Paulo, onde as medidas de isolamento são especialmente relevantes, com o fechamento do comércio, por exemplo, o tráfego superou os 8 Tbps pela primeira vez. “O fato de as pessoas estarem em casa, mesmo no domingo, sem ir à praia, sem ir ao shopping, faz com que use mais a internet durante o dia”, diz Kashiwakura.

Algo mais ainda virá. Em São Paulo as autoridades já estudam qual o melhor horário para adotar aulas à distância mesmo na rede pública – escolas particulares já começaram a adotar ensino à distância. Por enquanto, as manhãs ainda representam o período de menor tráfego.

Em que pese o forte crescimento das últimas semanas, o diretor do NIC.br ressalta que o próprio crescimento orgânico do consumo de internet no Brasil – que cresceu 60% em um ano, 43% em seis meses e 25% desde janeiro – já tinha resultado em medidas para aumento de capacidade.

“Grandes provedores de conteúdo já tinham antecipado, mesmo antes da crise da Covid-19, aumentar a capacidade das CDNs e isso começa a ser instalado. Todos estão se adaptando, o que vale tanto para os conteúdos como para a capacidade dos provedores, que também estão ampliando suas interfaces”, explica Kashiwakura.

O resultado é que a internet brasileira ainda está dentro da zona de conforto. A capacidade instalada é mais do que o dobro do consumo atual, mesmo com o novo recorde, por volta de 25 Tbps. “No core a gente se posiciona em ter sempre, no mínimo, o dobro. Portanto, no momento não estamos usando nem 50%, o que nos dá alguma folga”, completa.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
26/05/2020
19/05/2020
07/05/2020
06/05/2020
03/05/2020
29/04/2020
29/04/2020
28/04/2020
17/04/2020
15/04/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital