NOTÍCIAS
Reunião da UIT define a posição das OTTs no mercado de Telecomunicações
Por: Roberta Prescott - 19/11/2018

A 20ª Conferência Plenipotenciária da União Internacional de Telecomunicações (UIT), a PP-18, endossou o aproveitamento de novas tecnologias, elegeu nova equipe directiva, aprovou o plano estratégico e financeiro e apontou direcionamentos para o aproveitamento das novas tecnologias como facilitadoras de boas causas.

Realizada em Dubai, de 29 de outubro a 16 de novembro de 2018, a PP-18 contou com a participação de 2.300 pessoas de 180 países, um aumento em relação aos 171 países de 2014. Houlin Zhao, secretário-geral da UIT, destacou que ainda há muitos desafios a serem vencidos e que todo o mundo espera obter benefícios da economia digital, mas que ainda há uma enorme brecha digital a ser vencida.  

Confira a seguir alguns dos pontos destacados da PP-18:

Objetivos de desenvolvimento sustentável — Os Estados Membros da UIT aprovaram o Plano Estratégico e Financeiro da União, que estabelece as metas para 2020-2023 e reafirma o papel da UIT em facilitar o progresso para alcançar dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável através das TIC. Essas metas são divididas em cinco objetivos estratégicos: crescimento, integração, sustentabilidade, inovação e parceria.

Inovação — Os Estados Membros da UIT também aprovaram uma nova Resolução para promover um ambiente propício à inovação focada em telecomunicações e TIC dirigida por pequenas e médias empresas (PME), empresas emergentes, incubadoras de empresas e jovens empreendedores. Os Estados Membros da UIT concordaram em introduzir uma contribuição reduzida para as PMEs e, assim, incentivar sua participação no contexto da ITU Telecom World.

OTT — A evolução do setor de TIC e de telecomunicações deu origem a estruturas de mercado, modelos de negócios, estratégias de investimento e novas fontes de receita. OTTs, serviços que são fornecidos de maneira “sobreposta” em relação à infraestrutura de telecomunicações existente, têm desempenhado um papel cada vez mais importante. Uma nova resolução reconhece o contributo positivo que as OTT fazem para a geração de benefícios socioeconómicos e que a cooperação mútua entre as OTTs e as operadoras de telecomunicações pode ser um fator-chave na promoção de modelos de negócio inovadores, sustentáveis ​​e viáveis.

Internet das Coisas — Os Estados-membros da UIT resolveram promover investimentos no desenvolvimento da Internet das Coisas (IoT) e cidades e comunidades inteligentes e sustentáveis ​​para apoiar a realização dos objetivos de desenvolvimento sustentável.

Redes do futuro para os países em desenvolvimento — Os Estados-membros da UIT concordaram em continuar o trabalho da União sobre a implementação de futuras redes de TIC nos países em desenvolvimento. As redes do futuro, como a 5G, terão um papel fundamental na economia digital. Eles oferecerão suporte a aplicativos como residências e prédios inteligentes, cidades inteligentes, vídeo 3D, trabalhos e jogos na nuvem, operações cirúrgicas remotas, realidade virtual e aumentada e comunicações máquina a máquina em larga escala para automação da indústria e carros sem motorista.

Redução das disparidades de normalização — Os Estados-membros da UIT acordaram em promover a participação dos países em desenvolvimento nos processos de normalização da União, para que possam desenvolver a sua economia digital mais rapidamente. Os padrões internacionais desenvolvidos rapidamente de acordo com os princípios de abertura, acessibilidade, confiabilidade, interoperabilidade, segurança e conectividade global são essenciais para gerar confiança nos investimentos em TIC. Eles também podem ser usados ​​para desenvolver padrões nacionais, o que, por sua vez, permite que novas tecnologias sejam adotadas em tempo hábil.

Igualdade de gênero — Os Estados-membros decidiram reforçar as medidas para fazer avançar a questão da igualdade de género no UIT e o setor das TIC, por exemplo, analisar as suas políticas e práticas de recrutamento, o emprego, a formação e o desenvolvimento de mulheres e homens no setor das TIC são realizados de forma justa e equitativa. A Conferência de Plenipotenciários de 2018 da UIT registrou alguns avanços em direção à paridade de gênero. Os Estados membros da UIT elegeram a primeira mulher a ocupar um dos cinco cargos seniores nos 153 anos de história da organização. Quase três dos dez participantes do PP-18 são mulheres, em relação à proporção de dois dos dez inscritos na última Conferência de Plenipotenciários, realizada em 2014.

Proteção infantil online — Os Estados-membros acordaram que, no âmbito da iniciativa UIT de proteger as crianças online (COP), vão trabalhar para disseminar métodos de dados de produção e dados estatísticos com vista a ser capaz de comparar informações entre países da melhor maneira possível.

Segurança cibernética — Os Estados-membros concordaram em reforçar o papel da UIT na construção de confiança e segurança na utilização das TIC, por exemplo, promovendo uma cultura na qual processo contínuo e recorrente de segurança é considerado, e apoiar as atividades de normalização da UIT.

A Conferência Plenipotenciária é realizada a cada quatro anos e determina as direções da UIT e suas atividades até a reunião seguinte. A maioria das resoluções está sujeitas a modificações, mas são elaboradas pelos Estados-membros com o objetivo de anteciparem-se a uma tecnologia que evolua rapidamente.

Confira todos os documentos da reunião em https://www.itu.int/web/pp-18/en/

(com informações de press release)

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
11/12/2018
19/11/2018
25/10/2018
11/10/2018
09/10/2018
27/09/2018
26/09/2018
24/09/2018
21/09/2018
06/09/2018
EDIÇÃO 26
nov-dez 2018 / jan 2019
Estudo da Abranet revela a existência de um universo díspar entre os prestadores, o que impõe desafios à regulamentação mínima necessária para manter o mercado estruturado e o limite aceitável para a sobrevivência das empresas.
E muito mais...
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2018         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital