NOTÍCIAS
Cliente exigente impõe o uso da inteligência artificial nos negócios
Por: Redação da Abranet - 17/06/2019

Um dos temas dominantes no CIAB Febraban 2019, maior evento de tecnologia bancária da América Latina e realizado de 11 a 13 de junho, em São Paulo, foi so uso crescente que as instituições financeiras devem fazer das tecnologias de Inteligência Artificial. Seu uso está hoje nos planos de investimentos de praticamente todos os grandes bancos brasileiros.

O diretor vice-presidente do Bradesco, André Rodrigues Cano, afirmou que BIA – o sistema de inteligência artificial do banco –, é apenas parte de uma evolução que começou com o ensino da língua portuguesa ao Watson, da IBM, e passou pelo uso pelos funcionários antes de chegar aos clientes. “A Inteligência Artificial ainda tem muito campo para crescer. Há aplicações que ainda não sabemos como serão”, destacou.

Não por acaso, o Bradesco tem hoje uma área específica para cuidar da gestão de dados, cujo trabalho vem trazendo resultados, por exemplo, na análise e oferta de crédito. “Esse processo está muito acelerado na indústria como um todo, e ainda estamos longe de ver todo o potencial que isso pode trazer”, disse Cano.

No Santander, o uso de IA também segue a pleno vapor. O CIO da instituição, Marino Aguiar, afirmou que ela está presente hoje nas aplicações de CRM, de prevenção a fraude e no atendimento virtual aos clientes. “Ela também está nas operações, onde procuramos automatizar áreas de baixo valor agregado”, revelou, lembrando que um grande desafio é encontrar pessoas que entendam dessa tecnologia na escala necessária para essas implementações.

No Banco do Brasil, o uso de IA não é uma opção. “Ou você investe em Inteligência Artificial ou vai deixar de existir”, provocou Gustavo Fosse, diretor Setorial de Tecnologia e Automação Bancária da Febraban e diretor de Tecnologia do Banco do Brasil. Ele lembrou que, mesmo contando com uma equipe de engenharia de software bastante enxuta, 10% já trabalham com IA.

“Não se trata apenas de evoluir na aplicação, mas saber como aplicar isso para melhorar a vida do cliente”, sublinhou. Como exemplo, Fosse lembrou que, em dois anos, o BB conseguiu reduzir em 75% suas chamadas na central de help desk. “Outro exemplo é nossa área de segurança, onde diminuímos em 11% o número de positivos falsos de alertas. Isso é experiência do cliente, e IA é o nome do jogo”, disse.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
17/06/2019
18/03/2019
14/03/2019
EDIÇÃO 27
abril-junho 2019
A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
VEJA MAIS EDIÇÕES


Copyright © 2019         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital