NOTÍCIAS
Accenture: para empresas, segurança das redes corporativas não atende às necessidades
Por: Redação da Abranet - 24/10/2019

Um novo estudo da Accenture revelou que apenas 36% das empresas se dizem “muito satisfeitas” com a capacidade de suas redes corporativas para atender suas necessidades de negócio, mesmo com a adoção de novas tecnologias digitais, como internet das coisas/edge computing (77% das empresas entrevistadas), big data/analytics (83%) e experiência digital do cliente (78%). O dado apontou que 64% das empresas acreditam que suas redes podem ser melhoradas.

Com base em uma pesquisa global com 300 executivos sênior de TI e negócios de grandes empresas, o relatório “Network Readiness Survey: sua empresa está pronta para o futuro conectado?” mostrou que menos de 40% dos entrevistados se dizem “muito satisfeitos” com sua capacidade geral (36%) e largura de banda (38%). Metade ou menos disseram estar “muito satisfeitos” com o desempenho de suas redes (43%), segurança (50%) e confiabilidade (50%).

De acordo com a Accenture, os porcentuais permanecem os mesmos quando considerada a habilidade das redes para atender as necessidades de negócio dentro de 18 a 24 meses. Menos da metade dos entrevistados (43%) respondeu que suas redes estão totalmente compatíveis com tecnologias digitais e computação em nuvem.

O relatório indicou a “falta de alinhamento entre TI e as necessidades de negócio”, com 48% das respostas, como o maior obstáculo para manter as redes corporativas em sintonia com as demandas das empresas. O segundo maior obstáculo citado foram as “complexidades inerentes entre os requisitos de negócio e as necessidades operacionais” (45%) e o terceiro foram as “demandas por largura de banda, desempenho e outros aspectos técnicos ultrapassando a habilidade de entrega (45%).

De acordo com a Accenture, a aparente falta de alinhamento entre TI e áreas de negócios é suportado pela disparidade na percepção dos obstáculos quando as respostas são discriminadas por cargo (por exemplo, CIO/CTO, diretores/vps de infraestrutura/rede e EVP/VP de linha de negócios). Nenhum problema isolado aparece entre os três maiores obstáculos citados pelos entrevistados de todas as categorias de trabalho. Cada cargo reconhece um obstáculo diferente como o maior desafio a ser superado.

Essa disparidade de opiniões, observou o estudo, também é aparente quando decisões estratégicas de infraestrutura de rede são tomadas em colaboração entre a TI e áreas de negócios. No geral, menos da metade dos entrevistados disse que o processo foi “sempre colaborativo”. Por outro lado, CIOs/CTOs tendem a perceber um nível maior de colaboração, com 58% deles respondendo que o processo foi “sempre colaborativo”, comparado a 45% dos executivos de negócios e apenas 28% dos seus subordinados imediatos.

Em nota à imprensa, Prasad Sankaran, diretor-sênior e líder global de inteligência em infraestrutura e nuvem na Accenture, disse que as necessidades de negócios não estão acompanhando a habilidade da TI para entregar os serviços necessários. Para ele, a pesquisa mostrou que as organizações têm um esforço maior a ser feito para garantir que as limitações de suas redes não as impeçam de alcançar os seus objetivos de negócios. A recomendação é que os líderes de TI e de negócios colaborem mais ao tomar decisões sobre as redes corporativas.

O estudo foi desenvolvido em colaboração com a Cisco Systems seguindo dois relatórios recentemente publicados, intitulados “Long Live the Network: The Rise of Network Automation” e “Are You Going Digital Without a Net?”.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
15/05/2020
17/04/2020
31/03/2020
09/03/2020
20/02/2020
11/02/2020
07/02/2020
04/02/2020
30/01/2020
28/01/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital