NOTÍCIAS
Brasil passa a integrar o Centro para a Quarta Revolução Industrial do WEF
Por: Redação da Abranet - 27/01/2020

O Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês) defende a adoção de protocolos de governança para acelerar o impacto da quarta revolução industrial. Durante a Reunião Anual em Davos, anunciou a entrada de Brasil, Ruanda e Turquia como novos Centros Afiliados. Operados pelos governos anfitriões, esses Centros trabalham com projetos em toda a Rede para acelerar e dimensionar o impacto.

Em nota, Carlos da Costa, vice-ministro da Economia do Brasil, afirmou que o lançamento de um Centro de Afiliados no Brasil é um passo importante para garantir que o País se beneficie da Quarta Revolução Industrial, alavancando investimentos em tecnologias emergentes para aumentar a produtividade, competitividade e desenvolvimento social. 

O Centro para a Quarta Revolução Industrial do WEF criou cerca de 20 protocolos de governança desde a sua abertura em março de 2017.   Em abril deste ano, os líderes mundiais se reunirão em São Francisco, nos Estados Unidos, para a cúpula inaugural de governança de tecnologia global. Nos últimos três anos, o Centro de Rede do Fórum Econômico Mundial para a Quarta Revolução Industrial reuniu governos, empresas, startups e sociedade civil em geral para desenvolver políticas e estruturas de governança para as tecnologias emergentes.

De acordo com WEF, com base no crescente interesse em participar de projetos, a Rede da Quarta Revolução Industrial expandiu-se para incluir Centros liderados por fóruns na China, Índia e Japão e Centros de afiliados nos Emirados Árabes Unidos, Colômbia, Israel, Noruega, África do Sul e Arábia Saudita. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
09/07/2020
30/06/2020
08/06/2020
29/05/2020
30/03/2020
02/03/2020
20/02/2020
03/02/2020
27/01/2020
10/01/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital