NOTÍCIAS
Abranet: é hora de os provedores abraçarem o Wi-Fi 6E
Por: Assessoria de imprensa Abranet - 15/08/2022

A faixa de frequência 5.925-7.125 MHz pode ser usada já, imediatamente, pelos provedores locais e regionais para a transmissão de sinal Wi-Fi 6E. De uso livre, sem necessidade de licença ou leilão, essa faixa possibilita alcançar um desempenho de velocidade e latência semelhante ou até melhor que o 5G. “Sem grandes investimentos em infraestrutura, os provedores podem ativar o Wi-Fi 6E na sua rede, ofertando aos seus clientes uma rede sem fio de altíssimo desempenho”, destacou o presidente da Associação Brasileira de Internet (Abranet), Eduardo Neger, em uma palestra no evento da Internetsul, na última sexta-feira (12/8).

Para Neger, trata-se de uma oportunidade de posicionamento de marca ou de desenvolvimento de negócios para os provedores. “Essa faixa de frequência não é exclusividade das operadoras móveis; ela está acessível a qualquer provedor que tenha licença de comunicação multimídia”, destacou.

Segundo ele, as aplicações para velocidades maiores ainda não estão bem definidas, mas em pouco tempo elas começarão a se disseminar rapidamente. “Estima-se que as casas terão cerca de 50 equipamentos conectados à internet. A conectividade será provida pelo roteador, baseado na fibra ótica que chega nas casas. E o Wi-Fi E6 será a tecnologia habilitadora desses dispositivos”, afirma.

O mesmo vale para projetos mais complexos, como automação em indústrias. “Faz muito mais sentido fazer isso a partir do Wi-Fi E6 do que depender de uma rede externa, na qual você não tem controle. Ou seja, em ambientes controlados, como casas, empresas e indústrias, a tendência é que o Wi-Fi E6 predomine”, disse.

Segundo ele, as técnicas de modulação do Wi-Fi E6 possibilitam o desenvolvimento de projetos inimagináveis até pouco tempo. Um exemplo é o projeto para a arena MRV, em Belo Horizonte (MG), previsto para ser o estádio de futebol com a maior capacidade de banda larga do país. “Imagine milhares de torcedores acessando simultaneamente internet e transmitindo vídeos em alta definição. É uma equação dificílima de se resolver. Um bom projeto, associado às técnicas de modulação que o Wi-Fi E6 utiliza, é o que dá vida a esse tipo de projeto.

”A tendência, segundo Neger, é o usuário não ficar mais preso às redes móveis. Na prática, tanto o 5G quanto o Wi-Fi 6E irão coexistir. O 5G para ambientes externos, o Wi-Fi 6E para ambientes internos. “Isso possibilitará o alcance do que se chama da internet ubíqua. O usuário terá internet com altíssimo desempenho, sem se dar conta de onde ela vem. É como acender a luz. Você não sabe hoje se a energia vem de Itaipu ou de uma termoelétrica. O que importa é que tem energia.”

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
05/12/2022
27/09/2022
27/09/2022
15/08/2022
08/07/2022
07/07/2022
05/07/2022
13/06/2022
27/05/2022
25/05/2022


Copyright © 2014 - 2022         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital