NOTÍCIAS
Anatel muda certificação para incluir equipamentos 5G
Por: Da Redação da Abranet - 15/06/2020

A Superintendência de Outorgas e Recursos a Prestação da Anatel atualizou os requisitos técnicos para a certificação e comercialização dos equipamentos que utilizem a tecnologia 5G no Brasil. Ou seja, ajusta a avaliação de conformidade para celulares, estações radio-base e equipamentos para internet das coisas.

Segundo a Anatel, os requisitos de certificação para os equipamentos do 5G foram construídos com base em padrões internacionais, como 3GPP e ETSI, além de contar com a participação de laboratórios de ensaios, organismos de certificação, fabricantes de equipamentos e prestadoras. Os textos também passaram por consulta pública.

A partir de agora, as prestadoras poderão implantar redes com a tecnologia 5G utilizando equipamentos que operam nas faixas que elas já utilizam para o 4G e o 3G, desde que os produtos atendam aos requisitos publicados pela Anatel.

As condições de uso do espectro das faixas de 2.3 GHz e 3.5 GHz, para evitar interferências em outros serviços, ainda estão sob especificação da Agência. Quando tais condições forem publicadas, os requisitos técnicos já estarão preparados para permitir a certificação de novos equipamentos nessas faixas. Com a publicação desses requisitos, as indústrias de equipamentos se preparam para apresentar os primeiros pedidos de homologação de equipamentos 5G junto à Anatel.

Algumas vantagens da proposta são: observação das faixas de frequências e condições de convivência com outros serviços aprovados no Brasil, prevenir interferências de equipamentos em outros sistemas, manter um nível mínimo de qualidade e segurança para permitir o desenvolvimento de diversas soluções.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
25/09/2020
30/07/2020
27/07/2020
15/06/2020
27/03/2020
17/02/2020
06/02/2020
15/01/2020
13/12/2019
26/11/2019


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital