Publicada em: 21/08/2020 às 10:33
Notícias


Ascenty se conecta aos cabos submarinos internacionais
Redação da Abranet

A Ascenty anunciou que, até o fim de 2020, estará conectada a todos os pontos de conexão dos cabos submarinos internacionais (Cable Landing Stations). A empresa de colocation na América Latina tem hoje 22 data centers próprios no Brasil, Chile e México, sendo 15 em operação e sete em construção.

A rede de fibra ótica da Ascenty estará conectada a todos os cabos submarinos em funcionamento atualmente em três estações no Brasil: Praia Grande (SP), Praia do Futuro (CE) e Rio de Janeiro (RJ). Segundo a empresa, sua rede também está preparada para os dois novos cabeamentos que serão finalizados até o fim do ano: Cabo Malbec, que ligará Brasil e Argentina, e EllaLink, que ligará Brasil e Europa, cujas estruturas estão previstas para funcionamento a partir de dezembro de 2020.

Com a ampliação da rede de Cable Landing no Brasil, a conexão entre países, continentes e estados, melhora a capacidade de transmitir sinais de telecomunicações por longas distâncias, pois são responsáveis por 99% das comunicações entre países separados por oceano. Todos os data centers da Ascenty estão conectados ao novo ponto de acesso à rede (NAP, na sigla em inglês) Brasil, que forma um ecossistema completo de conectividade.  

Para Marcos Siqueira, vice-presidente de operações da Ascenty, com este cenário, haverá ambiente perfeito de interconexão para os clientes que buscam uma interconexão com baixa latência e alta capacidade. Pois além da conectividade com todos os Cable Landing Stations, haverá ainda o NAP, que são um ou vários pontos com alto potencial de conectividade e acesso aos principais provedores do mundo.  

O principal objetivo em ter conexão entre o data center e a cable landing station é garantir que a informação chegue de forma rápida e confiável aos clientes, viabilizando assim os mais diversos projetos e interconexões com alcance global.


Powered by Publique!