NOTÍCIAS
Banco Central anuncia agenda de evolução do Pix em 2021
Por: Redação da Abranet - 29/01/2021

Na primeira reunião de 2021 após o lançamento do Pix, o diretor de organização do sistema financeiro e de resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, compartilhou que, em janeiro, a quantidade de transações no PIX ultrapassou o montante recolhido por TEDs e DOCs somados. 

O principal item da agenda da reunião foi o detalhamento da agenda evolutiva do Pix em 2021. Para este ano, o BC prevê o lançamento da conta salário no Pix, para permitir movimentações na conta salário por meio do Pix; a integração dos aplicativos dos participantes com a lista de contatos nos smartphones dos usuários, visando a aperfeiçoar a experiência do usuário ao facilitar a identificação, entre os contatos, de quem possui chave Pix registrada.

O Banco Central também prevê a criação de mecanismo de devolução de recursos pelo PSP do recebedor em casos de fundada suspeita de fraude ou falha operacional nos sistemas das instituições participantes; o saque Pix, dando mais opção e conveniência para os usuários que necessitem fazer saques, expandindo os pontos de atendimento para esse serviço.

Está também na agenda o lançamento do Pix por aproximação, para dar mais facilidade e conveniência na iniciação de um Pix e para atender a casos de uso específicos; além de iniciar pagamentos no Pix, com desenvolvimentos que seguirão o cronograma estabelecido em open banking, para permitir que os iniciadores possam ser participantes do Pix assim que todas as especificações técnicas que estão sendo definidas no open banking estejam implantadas, agregando ainda mais competição no arranjo. 

No segundo semestre, o BC começara a especificar dois produtos que, segundo o Bacen, vão agregar ainda mais valor ao arranjo e permitirão novos casos de uso. Tratam-se do Pix Garantido, para permitir o parcelamento de transações no Pix; e do Pix Débito Automático, para permitir o pagamento por débito automático no Pix, que é uma necessidade muito grande para a efetivação de pagamentos recorrentes. Atualmente, o sistema do Pix tem 40 instituições em processo de adesão, que devem se juntar aos atuais 737 participantes. 

Teles e PIX

Na reunião, foi anunciado ainda o Acordo de Cooperação Técnica, com a Conexis Brasil Digital, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel, Celular e Pessoal. Segundo explicou João Manoel Pinho de Mello, atualmente, algumas das operadoras ofertam Pix como alternativa de pagamento de faturas e de recarga de serviços pré-pagos para seus clientes. 

O Acordo de Cooperação Técnica colocará a equipe técnica do Banco Central à disposição das equipes técnicas das operadoras de telefonia, a fim de direcionar e de dar todo o apoio necessário para acelerar a oferta do Pix como alternativa de pagamento para os usuários do sistema. “Nossa expectativa é que a oferta do Pix pelas operadoras de telefonia traga uma redução significativa nos custos de arrecadação. Atualmente, as empresas têm que estabelecer convênios com uma rede arrecadadora e selecionar algumas instituições que podem receber o pagamento de suas faturas”, disse. 

Acompanhe os documentos:

* 12º Fórum Pix - GT SEG - Pagamentos Instantâneos

* Apresentação 12ª Reunião Plenária

* Discurso do Diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução, João Manoel Pinho de Mello, na abertura da 12ª reunião plenária do Fórum Pix

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
22/07/2021
13/07/2021
24/06/2021
24/06/2021
18/06/2021
16/06/2021
17/05/2021
14/05/2021
14/05/2021
10/05/2021


Copyright © 2014-2021         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital