NOTÍCIAS
Demi Getschko: em áreas remotas, 5G ainda demora. Nem a fibra óptica chegou
Por: Redação da Abranet - 12/08/2022

Inicialmente, quem vai usufruir 5G são os que estão em centros urbanos, locais onde a conectividade e a instalação de antenas já são realidade, apontou Demi Getschko, um pioneiro da internet no Brasil, ao participar do seminário 5G.br São Paulo, promovido pelo Ministério das Comunicações. Getschko também ressaltou que, em áreas remotas, onde a fibra óptica ainda não chegou, é necessário aguardar suporte para ter estações de 5G. 

Getschko lembrou que o 5G vai se integrar a outras soluções já existentes, como o Wi-Fi  (especialmente o WiFi-6), além das formas que existem em domicílios e Bluetooth. Em áreas remotas, sem fibra ótica, a solução ainda será de rádio ou satélite, segundo Getschko. 

Apesar de 82% dos domicílios brasileiros estarem conectados à internet, Getschko aponta que, para a conectividade ser significante ou significativa, ela prevê não apenas estar conectado, mas ter uma conexão que permita o uso das ferramentas digitais disponíveis. Segundo ele, certamente, o 5G ajudaria em conectividade, porque aporta mais banda e, com isso, quem não conseguia usar aplicativos ou serviços tipo "streaming", se tiver 5G, poderá usar. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
23/11/2022
23/11/2022
09/11/2022
24/10/2022
17/10/2022
13/10/2022
07/10/2022
26/09/2022
16/09/2022
16/09/2022


Copyright © 2014 - 2022         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital