Publicada em: 31/08/2020 às 14:00
Notícias


Empresas de Internet respondem por um de cada três acessos à internet no Brasil
Luís Osvaldo Grossmann

As prestadoras de serviços de Internet, chamadas de pequeno porte pela Anatel, seguem puxando o crescimento dos acessos à internet no Brasil – e por consequência do único serviço de telecomunicações regulado que continua ganhando volume. Como mostra balanço semestral da agência reguladora, as empresas menores responderam por toda a adição líquida de clientes, que fechou junho de 2020 com 33,9 milhões de acessos ativos. 

São 1,1 milhão de novos acessos em seis meses. As empresas de pequeno porte, aquelas com menos de 5% do mercado total na verdade acrescentaram 1,6 milhão de novos acessos no período. Ao mesmo tempo, as prestadoras maiores, Claro, Vivo e Oi, que juntas detém 62% do mercado, perderam coletivamente 430 mil clientes entre janeiro e junho. 

Em 12 meses, o aumento líquido foi de 1,6 milhão de acessos (+4,8%).  Sendo que as prestadoras de pequeno porte cresceram 31,3% nesse período. Como resultado, no fim de junho de 2020 somavam 11,7 milhões de acessos, o que corresponde a 32,1% do mercado total de internet fixa no país. 

Entre as empresas, a Claro deteve o maior número de clientes, 9,8 milhões, o que corresponde a 28,7% do mercado. Em segundo lugar ficou a Vivo, com 6,7 milhões (19,7%) e em terceiro lugar o grupo Oi, com 5 milhões de clientes, detendo 14,7% dos acessos. 


Powered by Publique!