NOTÍCIAS
Instagram e Tik Tok conquistam crianças de 9 a 17 anos no Brasil
Por: Da Redação da Abranet - 16/08/2022

Entre crianças e adolescentes no país, o uso de redes sociais é uma das atividades online que mais cresceram. Em 2021, 78% dos usuários de Internet com idades de 9 a 17 anos acessaram esse tipo de plataforma, um aumento de 10 pontos percentuais em relação a 2019 (68%).

O dado faz parte da edição mais recente da pesquisa TIC Kids Online Brasil, lançada nesta terça-feira (16/08), pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Jogar online conectado com outros jogadores (de 57% para 66%) e não conectado a eles (de 55% para 64%) e fazer compras no ambiente digital (de 9% para 19%) também apresentaram crescimento em relação a 2019. A pesquisa, conduzida pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), foi um dos destaques do 7º Simpósio Crianças e Adolescentes na Internet, realizado hoje (16/8) na capital paulista.

Entre as plataformas utilizadas, a proporção de usuários de Internet de 9 a 17 anos que têm perfil no Instagram avançou de 45% em 2018 para 62% em 2021, uma elevação de 17 pontos percentuais. Pela primeira vez, o estudo investigou a existência de perfil no TikTok, e constatou que 58% dos usuários na mesma faixa etária estão presentes na plataforma, com prevalência das classes AB (79%), na comparação com às classes C (57%) e DE (53%).

"Plataformas de criação e compartilhamento de conteúdo audiovisual estão entre as mais utilizadas por crianças e adolescentes. Nesse contexto, a qualidade da conexão à Internet e dos dispositivos digitais utilizados para o acesso à rede passam a ser determinantes para o melhor aproveitamento de oportunidades online. É central, portanto, garantir condições equitativas de conectividade para crianças e adolescentes em diferentes contextos socioeconômicos", aponta Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

Em tendência contrária à que se viu no Instagram e TikTok, a posse de perfil no Facebook registrou uma queda de 66% para 51% no mesmo período. A pesquisa identificou ainda que a plataforma diminuiu sua relevância entre as principais redes sociais utilizadas (de 41% para 11%). Pela perspectiva de comunicação, o WhatsApp segue como a plataforma em que crianças e adolescentes mais possuem perfil (foi de 70% em 2018 para 80% em 2021), e é a mais difundida entre todos os estratos sociais. O estudo destacou também que, atividades multimídia como ouvir música (80%), assistir vídeos, programas, filmes ou séries (84%) seguem entre as mais realizadas pela população analisada.

Usuários de Internet

A TIC Kids Online Brasil indica que 93% dos brasileiros com idades entre 9 e 17 anos são usuários de Internet, o que corresponde a 22,3 milhões de crianças e adolescentes conectados. O crescimento em relação a 2019 (quando o percentual era de 89%) foi impulsionado principalmente pelo aumento na proporção de usuários na região Nordeste (de 79% para 92%) e nas áreas rurais (de 75% para 90%).

Em 2021, 11,9 milhões de indivíduos nessa faixa etária viviam em domicílios com Internet, mas sem computadores, e 2,1 milhões em domicílios sem computador e sem conexão à rede. A pesquisa detectou, ainda, que o telefone celular segue como o principal meio de conexão à rede nos diferentes extratos sociais. Para 53%, o celular foi o único dispositivo usado, realidade que se verificou mais presente nas classes DE (78%) e C (52%) do que nas classes AB (18%).

Sites de vídeos (67%) e redes sociais (61%) estão entre as principais plataformas em que crianças e adolescentes usuários de Internet declaram ter visto propaganda de produtos ou marcas. As proporções são superiores a de mídias impressas, como revistas, jornais ou gibis (21%). Em 2021, 81% dos usuários de Internet de 11 a 17 anos viram divulgação de produto ou marca na online.

Pessoas ensinando como usar algum produto (62%) e abrindo embalagens -- o chamado unboxing - (61%) foram os principais conteúdos de imagem ou vídeo em que crianças e adolescentes usuários da rede tiveram contato com divulgação de produtos ou marcas. Entre as principais categorias de produtos ou marcas vistas no ambiente online estão: equipamentos eletrônicos (60%); roupas e sapatos (60%); comidas, bebidas ou doces (57%); videogames ou jogos (46%); maquiagem e outros produtos de beleza (46%).

Saúde e bem-estar

A edição de 2021 da TIC Kids Online Brasil incluiu pela primeira vez dados sobre o uso da Internet na busca de informações relacionadas à saúde e ao bem-estar entre a população de 11 a 17 anos. Segundo o estudo, 32% dos entrevistados afirmaram ter procurado ajuda para lidar com algo ruim que vivenciaram, ou para falar sobre suas emoções quando se sentiram tristes. As proporções foram maiores nas faixas etárias mais elevadas. O uso da rede para a procura de apoio emocional foi reportado por 46% dos que tinham entre 15 e 17 anos, 28% entre os com 13 e 14 anos e 15% por aqueles com idades de 11 a 12 anos.

A pesquisa investigou, também, o contato dessa população com assuntos relacionados à saúde na Internet. Informações sobre alimentação (55%) foram as que mais se destacaram, seguidas por prevenção e tratamento de doenças (38%), exercícios e meios para ficar em forma (36%), informações sobre medicamentos (22%) e discussões sobre saúde sexual e educação sexual (21%).Além de aspectos físicos, 29% dos entrevistados tiveram contato com informações sobre sentimentos, sofrimento emocional, saúde mental e bem-estar, e 38% acreditam que a Internet os ajudou a lidar com um problema de saúde.

"A pesquisa busca levantar evidências que contribuam para a promoção de direitos e do bem-estar de crianças e adolescentes. Desse modo, para além das atividades presentes na série histórica da pesquisa, o uso da rede na busca de informações sobre saúde e apoio emocional passou a ser um tema relevante de investigação", sinaliza Barbosa.

A 8ª edição da pesquisa TIC Kids Online Brasil entrevistou 2.651 crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos, assim como seus pais ou responsáveis, em todo o território nacional. As entrevistas aconteceram entre outubro de 2021 e março de 2022, com a finalidade de investigar oportunidades e riscos relacionados à participação online desse público. A TIC Kids Online Brasil está alinhada com o referencial metodológico desenvolvido pela rede europeia EU Kids Online, liderado pela London School of Economics e com o projeto Global Kids Online, coordenado pelo Unicef. A lista completa de indicadores pode ser conferida em Link. Já para rever o painel de lançamento da pesquisa, acesse Link.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
26/09/2022
16/09/2022
16/09/2022
05/09/2022
23/08/2022
16/08/2022
12/08/2022
12/08/2022
05/08/2022
28/07/2022


Copyright © 2014 - 2022         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital