NOTÍCIAS
Pagamentos digitais aceleram na pandemia
Por: Redação da Abranet - 17/05/2021

Os pagamentos digitais aceleraram durante a pandemia da Covid-19 e a expectativa é que esse meio siga crescendo no Brasil, segundo apontaram executivos da McKinsey & Company em artigo para o Brazil Journal. No Brasil, as transações não presenciais cresceram 32% em 2020, atingindo a marca de R$ 436 bilhões e pagamentos NFC (por aproximação) cresceram 470% no ano passado, chegando a R$ 41 bilhões.

A McKinsey & Company realizou uma pesquisa com perto de 5.300 consumidores brasileiros, considerando uma amostra ampla e representativa da população nas diferentes regiões, níveis de renda e faixas de idade do Brasil, com objetivo de entender o perfil geral de uso de meios de pagamento e o detalhamento das preferências de escolha e utilização de cartões de crédito e carteiras digitais. 

O estudo apontou que, independentemente da renda, as pessoas valorizam os mesmos três principais atributos para selecionar um emissor: anuidade zero, limite de crédito e mais benefícios, o que inclui programa de fidelidade e cashback. Grupos de menor renda valorizam mais o acesso ao limite de crédito e menores taxas de juros, enquanto grupos de maior renda valorizam muito mais benefícios e programas de fidelidade.

O uso de cartões também aumentou: 85% dos respondentes relataram utilizar, com frequência, cartões para realizar seus gastos. A facilidade de fazer e receber pagamentos é o principal motivo mencionado para aqueles que escolhem usar a carteira digital, seguido pelo recebimento de cashback.  

Os consumidores que usam carteiras digitais gastam 23% mais em seus cartões de crédito do que aqueles que não usam, mesmo para segmentos similares de renda, denotando a importância de parcerias e estímulo ao uso das carteiras pelos clientes de suas instituições.

A pesquisa também mostrou aumento de competitividade, com os players digitais impulsionando o crescimento da base de cartões e capturado clientes novos, principalmente os de renda mais baixa e jovens da Geração Z. segundo os executivos, um ponto de diferenciação importante dos novos atacantes digitais é a experiência e atendimento. Apenas 30% dos clientes de bancos digitais relataram ter tido algum problema, ante 66% dos clientes de bancos tradicionais. Já em relação à solução destes problemas, 45% dos respondentes clientes de bancos digitais relataram que a solução ocorreu acima do esperado, percepção que é 50% maior do que a observada por clientes de bancos tradicionais (relatada por apenas 31% dos respondentes).

Leia a análise completa aqui.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
16/09/2021
02/09/2021
30/08/2021
27/08/2021
17/08/2021
16/08/2021
16/08/2021
05/08/2021
26/07/2021
26/07/2021


Copyright © 2014-2021         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital