NOTÍCIAS
Pix: Banco Central adia sistema de cobrança por QR Code
Por: Redação da Abranet - 14/12/2020

O Banco Central adiou para 15 de março de 2021 o uso de QR Code no Pix para pagamentos futuros, chamado de Pix Cobrança. A mudança está publicada no Diário Oficial da União desta segunda, 14/12, e afeta um modelo de pagamento para o comércio. Até então, a previsão era de ter o serviço já no começo de janeiro de 2021.

A possibilidade de pagamentos imediatos por meio de QR Code já está disponível desde 16 de novembro, quando o sistema começou a funcionar. Mas o Pix Cobrança é uma funcionalidade que permite, além da transferência à vista, agendar pagamentos. 

Ou seja, esse sistema de Pix Cobrança permitirá que lojistas, fornecedores, prestadores de serviços e outros empreendedores possam emitir um QR Code para operações de pagamento imediato ou em data futura com informações sobre juros, multas e descontos.

Sistema de pagamentos instantâneos do BC, o Pix permite a transferência de recursos entre contas bancárias 24 horas por dia. As transações são executadas em até 10 segundos, sem custo para pessoas físicas. Para usar o Pix, o correntista deve ir ao aplicativo da instituição financeira e cadastrar as chaves, que podem seguir o número do celular, o e-mail, o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), para pessoas físicas ou o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), para empresas.

Também é possível o usuário gerar uma chave aleatória, com um código de até 32 dígitos. Cada chave eletrônica está associada a uma conta bancária. Pessoas físicas podem ter até cinco chaves por conta. Para pessoas jurídicas, o limite sobe para 20.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
13/04/2021
13/04/2021
12/04/2021
12/04/2021
30/03/2021
23/03/2021
22/03/2021
15/03/2021
01/03/2021
24/02/2021


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital