NOTÍCIAS
Banco Central: Saque PIX está previsto para primeiro trimestre de 2021
Por: Da Redação da Abranet - 04/09/2020

As Estatísticas de Pagamento de Varejo e de Cartões no Brasil, referentes a 2019 e publicadas pelo Banco Central, mostram 123 milhões de cartões de crédito ativos e 132 milhões de cartões de débito ativos, representando aumento de 18% e 14%, respectivamente, em relação ao ano anterior. Também houve aumento de 31,8% do número de maquininhas de cartão no Brasil de 2018 para 2019.

As transações por internet banking e mobile banking seguem em tendência de alta, com aumento de 4% e de 17%, respectivamente, em relação ao ano anterior, e corresponderam a 76% do total de transações realizadas em 2019. O número de ATMs em operação, por sua vez, reduziu-se em cerca de 3%, encerrando 2019 em 171.284 terminais. Por conta disso, no âmbito do Pix, o novo meio de pagamento criado pelo BC que será lançado ainda este ano, o BC vai possibilitar que as instituições financeiras ofereçam aos seus clientes o Saque Pix.

“O Banco Central do Brasil está desenvolvendo um projeto para possibilitar a realização de saques nos estabelecimentos comerciais, utilizando a infraestrutura do Pix, o novo meio de pagamento que está sendo construído pelo BC. A possibilidade de sacar em estabelecimentos comerciais vai dar mais opções de saque para toda a população, independentemente da instituição na qual os cidadãos possuam conta, além de trazer mais conveniência. Essa funcionalidade deve estar disponível para a população brasileira no primeiro trimestre de 2021”, analisa Ângelo Duarte, chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro.

Na comparação interanual, houve um crescimento de 35% no número de transações com cartão de crédito e de 20% com cartão de débito. O percentual de transações não presenciais com cartões tanto de débito quanto de crédito continua se elevando, representando 1,6% da quantidade de transações com débito e 24,3% das transações com crédito.

A Associação Brasileira de Internet está defendendo o adiamento da adesão obrigatória ao PIX, sistema de pagamento instantâneo,  para agosto de 2021. O Banco Central divulgou nesta quarta-feira, 12/08, o regulamento do novo sistema e confirmou o início da operação para 16 de novembro.

A entidade, que tem entre os seus associados empresas do segmento de meio de pagamentos, alega que a Autoridade Monetária precisa ser mais flexível com as opções obrigatórias e abrir oportunidades de adesões à plataforma ao longo desses 12 meses de prorrogação solicitada.

A ABRANET argumenta que é necessário dar um tempo maior para a realização dos testes de integração. "Precisamos testar e deixar segura a plataforma para os usuários, segundo as regras de segurança e prevenção de fraudes", advertiu a entidade, em nota oficial.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
22/10/2020
21/10/2020
15/10/2020
09/10/2020
09/10/2020
06/10/2020
05/10/2020
02/10/2020
02/10/2020
29/09/2020


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital