NOTÍCIAS
Pesquisa aponta preferência por modelo híbrido de trabalho no pós-pandemia
Por: Redação da Abranet - 25/05/2021

A pandemia adiantou tendências, acelerou a transformação digital e mostrou que, sim, é possível ser produtivo no trabalho remoto. Uma pesquisa realizada pelo Google Cloud encomendada à consultoria IDC mostrou que a união entre o conforto do trabalho em casa e a convivência com colegas de equipe é o que grande parte dos brasileiros espera do futuro do trabalho.

A pesquisa teve como objetivo entender os rumos da colaboração nas empresas brasileiras em meio à pandemia da Covid-19. Realizado entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021 com 897 colaboradores de grandes empresas que atuam no país, o estudo apontou que 43% dos entrevistados afirmaram que o modelo híbrido de trabalho já foi definido pelas empresas onde trabalham como padrão após a pandemia.

Segundo a pesquisa, o modelo híbrido é o mais desejado pela maioria das pessoas que ainda não sabem como será a rotina corporativa no pós-pandemia. Nas empresas que ainda não decidiram o modelo (33%), 59% dos entrevistados afirmaram que desejam um modelo híbrido, mesclando o home office com a ida regular ao escritório. Entre a parcela mais jovem (18 a 21 anos) desse grupo o desejo é ainda mais acentuado: 76% querem uma rotina de trabalho híbrido.

Marco Bravo, head do Google Cloud no Brasil, assinalou que a pandemia provocou em todo o mundo uma grande mudança na cultura de colaboração no ambiente de trabalho e as empresas tiveram de tornar este modelo possível de uma hora para a outra. Bravo ressaltou que foi a tecnologia o que manteve as pessoas conectadas, num primeiro momento, mas agora está ajudando-as a serem mais produtivas no dia a dia.  

Três em cada quatro pessoas que costumam criar documentos compartilhados disseram manter-se facilmente conectadas a seus pares, equipes e demais áreas da empresa no último ano e 87% notaram maior velocidade de resposta das empresas durante a pandemia por conta do uso desse tipo de tecnologia. O compartilhamento de documentos também teve impacto na velocidade de mudança do modelo presencial para o remoto: 72% afirmaram se sentir capacitados a trabalhar remotamente desde o primeiro dia de trabalho remoto e 85% descobriram mais recursos e novas formas de usar a ferramenta durante a pandemia.

Além da preferência pelo modelo híbrido, vantagens e preocupações do home office, a pesquisa também que 44% dos entrevistados trabalham em empresas que já trabalham no modelo híbrido e 9% em empresas que já decidiram seguir com o modelo 100% remoto no pós-pandemia; 43% das pessoas trabalham em companhias que já definiram o modelo de trabalho no pós- pandemia e que ele será híbrido e 47% se sentem confiantes trabalhando dessa forma; 41% dos entrevistados se sentem mais produtivos durante a pandemia, por conta do uso da tecnologia; que a economia de tempo com o transporte é o principal benefício do home office para 67% dos entrevistados; e que o café com os colegas de trabalho é um dos hábitos que os entrevistados mais sentem falta ao trabalhar em home office, citado por 50% dos participantes.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
07/06/2021
27/05/2021
25/05/2021
20/05/2021
12/05/2021
10/05/2021
30/04/2021
28/04/2021
26/04/2021
22/04/2021


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital