NOTÍCIAS
IX.br passa por evolução com adoção de 400G no PTT de SP
Por: Roberta Prescott - 01/11/2022

Segue em curso o movimento de modernizar os pontos de troca de tráfego no Brasil, conforme explicou Julio Sirota, gerente de engenharia e infraestrutura Brasil Internet Exchange - IX.br, do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR - NIC.br, durante palestra no IX Fórum 16.

Sirota voltou a dizer que segue a meta de implantar EVPN, principalmente em São Paulo, onde “pelo tamanho da rede, é importante ter este tipo de tecnologia”. Houve, segundo ele, avanços em 2022 e existe a possibilidade de testes e pilotos em 2023. A implantação em São Paulo vai demandar um tempo, cerca de dois anos, para adequação do parque de equipamentos e migração. De forma simplificada, uma arquitetura EVPN-VXLAN suporta conectividade de rede de Camada 2 e Camada 3 eficiente com escala, simplicidade e agilidade, ao mesmo tempo em que reduz os custos de OpEx.

Ao falar sobre a evolução, houve adoção de 400G no PTT de SP. No fim de 2021, 90% das portas dos PIX centrais estavam ocupadas e, por limitação técnica, não havia como agregar mais caixas no core. A solução, então, estava em trocar as caixas do spine (core) de forma a aumentar o número de portas e a adoção de 400G era necessário para atender o crescimento esperado.  “A migração do PIX central foi um marco importante para a gente em SP. É uma rede muito grande; conseguimos fazer isso com o trabalho de equipe e sem nenhum incidente”, assinalou Sirota. 

Ele ressaltou que não haverá freezing operacional durante a Copa do Mundo de 2022 no Catar entre novembro e dezembro, mas há previsão de freezing operacional na Black Friday, nos dias 24 e 25 de novembro.  O freezing operacional permite dar a maior estabilidade possível nos Pontos de Troca de Tráfego do IX.br durante períodos de grande movimento de tráfego Internet. Isso significa que as manutenções e configurações estão suspensas. 

Panorama 

O total estimado de provedores com presença em algum ponto de troca de tráfego (PTT) ou IX, na sigla em inglês para internet exchange passou de 1.289, em 2017, para 2.442, em  2020. Há ainda uma menor participação de provedores de pequeno porte e de provedores das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. 

O IX.br proporciona a ligação direta, permitindo que muitos sistemas autônomos (AS) troquem tráfego diretamente. A interligação de diversos AS em um IX ou PTT simplifica o trânsito da internet e diminui o número de redes até um determinado destino. Isso melhora a qualidade, reduz custos e aumenta a resiliência da rede.  

Sirota assinalou que são 9.530 os ASNs alocados no Brasil e destes 5.633 têm conexões no IX.br e únicos conectados no IX.br são 3.478. O IX.br, em outubro de 2022, estava presente em 35 localidades, somando 3478 de sistemas autônomos (AS, na sigla em inglês) participantes e trocando 26 Tbit/s por mês.

A estimativa é que existam de 12.826 empresas provedoras de internet no País, mas um número inferior — 7.007 empresas — têm declaração de acessos à Anatel, conforme mostrou Kashiwakura. Ele ressaltou que 35% dos ISP estão na região Sudeste do Brasil e que 93% dos ISP no Brasil são micro ou pequenas empresas (1 a 49 empregados). 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
22/11/2022
01/11/2022
11/10/2022
23/09/2022
22/09/2022
29/08/2022
18/08/2022
10/08/2022
25/07/2022
22/07/2022


Copyright © 2014 - 2022         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital