NOTÍCIAS
Pesquisa avalia que mercado de OTT alcança USD 460 milhões em 2018
Por: Roberta Prescott - 11/02/2016

O mercado brasileiro para as plataformas que distribuem conteúdo por meio da internet, as OTT (over-the-top), deve dobrar de tamanho, passando de USD 180 milhões, em 2015, para USD 460 milhões, em 2018. A estimativa é de uma pesquisa feita pela MTM a partir de entrevistas com entrevistou 60 executivos de alto nível que atuam em tecnologia, mídia e indústrias de entretenimento, incluindo estúdios e emissoras, detentores de direitos, distribuidores de programação de vídeo multicanal (MVPDs), fornecedores dos mercados de massa e de nicho de OTT, empresas de vídeo online, produtores e investidores.

A previsão é de um forte crescimento de serviços do que a pesquisa chamou (sem especificar o que são) serviços de OTT premium no Brasil, Argentina e México. Na Argentina, a estimativa é que o mercado passe de USD 45 milhões para USD 115 milhões entre 2015 e 2018 e, no México, de USD 240 milhões para USD 450 milhões.

A pesquisa apontou que os principais fornecedores de televisão por assinatura e grupos de mídia regionais estão investindo em serviços adaptados aos interesses locais, aumentando a consciência do consumidor e abrindo o caminho para um crescimento significativo do mercado até 2018.

Durante os próximos três anos, espera-se ver um crescimento no mercado latino-americano de OTT premium, impulsionado principalmente pelo aumento da conscientização do consumidor e uma série de novos operadores. O estudo diz que o mercado deverá ser caracterizado por fatores como situação econômica e infraestrutura desafiadoras; potencial de crescimento de OTT; Netflix ainda dominante e oportunidade de conteúdo doméstico.

Entre os entraves, a penetração de banda larga foi apontada como insuficiente, sendo uma barreira para a entrada de prestadores de serviços. O alto índice de pirataria na região é outro inibidor, além de complicações com pagamento, devido à baixa penetração de cartão de crédito e à falta de perspectiva de alteração deste cenário no curto preço. Por isto, a orientação é que os prestadores de serviços de OTT busquem oferecer métodos alternativos de pagamento, com diferentes abordagens em cada mercado.

O relatório completo pode ser acessado aqui

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:
07/05/2020
19/09/2019
30/07/2018
17/01/2018
21/09/2017
15/08/2017
02/06/2017
16/05/2017
26/04/2017
25/08/2016


Copyright © 2014-2020         Abranet - Associação Brasileira de Internet         Produzido e gerenciado por Editora Convergência Digital